Como é definido seu local de trabalho após a formatura no CFO PMBA

Escolha de vagas CFO PMBA

Uma dúvida recorrente entre candidatos ao Concurso do Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar da Bahia (CFO PMBA) é sobre o local de trabalho após os três anos de formação na Academia de Polícia Militar, localizada na Avenida Dendezeiros, bairro do Bonfim, próximo à famosa Igreja do Bonfim, em Salvador-BA.

Muitos concurseiros já fazem o concurso pensando em trabalhar na cidade onde sua família reside, por motivos óbvios. Mas é bom ressaltar que isso não está garantido, e que, quase sempre, em algum momento da carreira do Oficial PM ele precisará se distanciar da sua cidade natal (principalmente quando for alcançando postos superiores).

Algumas cidades, como Salvador, Feira de Santana, Vitória da Conquista, Itabuna e Juazeiro, conseguem concentrar um número maior de oficiais, mas mesmo nesses casos nada está garantido. Tudo depende da conveniência administrativa do Comando da Corporação.

Mas para ter mais segurança em relação a seu local de trabalho já no início da carreira é preciso se dedicar a tirar boas notas durante a Academia, pois esse é o critério de escolha de vagas após a formatura.

Definição das vagas pelo Comandante Geral

Digamos que sua turma (a quantidade de aprovados no seu concurso) tenha 100 alunos-a-oficial. Quando sua turma estiver prestes a se formar, o Comandante Geral definirá 100 vagas em unidades policiais-militares operacionais baianas para escolha dos formandos.

Geralmente essas vagas são abertas de acordo com a carência de oficiais nessas unidades.

Classificação dos alunos no CFO

Durante os três anos de formação as notas em todas as disciplinas do Curso (inclusive nos testes físicos) são contabilizadas e é criado um ranking de classificação.

Os primeiros colocados são considerados “mais antigos”, e desde a Academia assumem privilégio em relação aos demais (essa classificação na Academia é considerada até mesmo na promoção a Capitão PM).

Escolha das vagas

Estabelecidas as vagas disponíveis e a classificação dos formandos, a escolha ocorre a partir do primeiro colocado, que pode definir em qual das unidades atuará entre as 100 existentes. O segundo escolherá entre as 99 restantes e assim sucessivamente. O último colocado acaba sendo “escolhido” pela vaga restante.

Alguns detalhes importantes

É bom perceber que mesmo sendo o primeiro colocado você não terá a garantia de ir para a unidade dos seus sonhos, pois o Comando pode não disponibilizar vagas nesta unidade.

Também é bom relativizar esse conceito de “unidade dos sonhos”. Cada unidade possui uma realidade específica, que pode variar de acordo com o perfil do Comandante vigente. Já durante a Academia o sugerido é que você converse com policiais militares da unidade para saber os desafios, as vantagens e desvantagens do seu futuro local de trabalho.

Por fim, atente para o fato de que mesmo concorrendo com colegas de turma pela mesma vaga no final do curso, é importante resumir essa disputa ao desempenho acadêmico. Você se relacionará com seus colegas até o final de sua carreira. Levar a concorrência para o âmbito pessoal é antiprofissional e arriscado.

***

Enquanto a Academia e a formatura não chega, procure estudar. A sua classificação no Concurso já será considerada para sua antiguidade no primeiro ano do CFO.

Fica a dica!

😉

2 Comentários


  1. Olá, parabéns pela postagem. Com certeza esclareceu várias dúvidas.
    Vocês têm alguma dica sobre o treinamento da natação para o TAF?
    Obrigado.


  2. Será que esse concurso sai ainda esse ano?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *