O que lhe motiva no CFO PMBA?

Motivação para o CFO PMBA

A palavra motivação vem do latim “movere“, que significa “mover”. Isso significa que, ao falar de motivação, estamos falando de movimentação, estamos falando daquilo que faz com que você saia do lugar. Uma pessoa motivada é uma pessoa que não está parada.

Não sei qual seu atual estágio em relação ao Concurso para o Curso de Formação de Oficiais da PMBA, mas esse texto é importante principalmente para dois tipos de candidatos:

  1. Você está parado, desmotivado, sem conseguir se dedicar adequadamente para o concurso. Você está desmotivado.
  2. Você está se movimentando, com muito afinco para o CFO PMBA, mas está motivado pela razão errada.

Antes de tudo, é importante você fazer a seguinte pergunta:

Por que quero fazer o CFO PMBA?

Seria ingenuidade achar que um candidato ao CFO PMBA não se importa com os vencimentos e a estabilidade oferecidos pelo emprego público. Essa é a razão, pelo menos inicial, que faz grande parte dos concurseiros se moverem para passar no Concurso.

Não é justo condenar quem dá importância à questão salarial no Concurso CFO PMBA. Quem não se preocupa com seu sustento? Quem não quer uma garantia profissional que lhe dê segurança financeira? Entender essa intenção não é difícil.

Mas a motivação financeira está longe de ser suficiente para quem vai fazer o CFO.

Mesmo que você seja aprovado (o que é mais difícil tendo apenas essa ambição), o desempenho da sua atividade profissional será muito mais qualificada caso busque outras razões para ser Oficial da PM.

Particularmente, acho que há um grande motivo para alguém querer ser Oficial. Mas antes de falar disso, peço que pense no seguinte:

Grupo de Estudo para o CFO PMBA

Insira o seu endereço de email abaixo e participe gratuitamente do Grupo de Estudo para o CFO PMBA!>

Você já parou para pensar nas responsabilidades e riscos?

Ser Oficial da PM envolve muitos riscos e responsabilidades. Creio que 3 características são essenciais nesta profissão:

  • Tolerância
  • Honestidade
  • Liderança

Pense o que cada uma dessas palavras significa, e perceba quantos atributos você precisará desenvolver para ter êxito em sua carreira.

Além disso, lembre-se que você atuará coordenando equipes de policiamento na rua, lidando diretamente com a comunidade, correndo os riscos inerentes à profissão policial. Você precisará chegar cedo no trabalho, e sair tarde (às vezes em horários além do pré-definido). Poderá sentir sono, frio e calor durante o serviço. Em alguns casos, o cansaço físico e/ou psicológico vão ser maiores do que você já suportou em qualquer outra ocasião da sua vida.

Você será responsável por vidas! Está preparado para isso?

Calma. A profissão policial é uma grande escolha

Não precisa ficar amedrontado. A profissão policial pode ser compensadora em diversas formas. Principalmente para quem entende com lucidez a verdadeira essência do serviço público, que se refere ao cuidado com o bem coletivo e respeito aos direitos e liberdades individuais.

É muito gratificante salvar uma vida, prevenir lesões a direitos, ajudar vítimas a alcançar justiça.

Leia o artigo: 6 erros cometidos por muitos candidatos ao CFO PMBA!

Apesar de todos os desafios, você certamente vai se orgulhar do seu trabalho, e muitas vezes vai se emocionar com a importância do papel social que o policial tem em uma sociedade.

Estou lhe aguardando!

Chegando ao objetivo central deste texto, sugiro que você busque a verdadeira essência do serviço público para motivar a sua preparação. Conheça histórias de atuações policiais bem-sucedidas, onde cidadãos se sentiram verdadeiramente agradecidos por causa de uma intervenção policial.

Estudar apenas pelos benefícios financeiros é um “combustível” muito frágil para que você se sinta empolgado e se movimente.

Encontre sua motivação, mantenha o foco nos estudos e seja aprovado. Estou lhe aguardando na PMBA!

9 Comentários


  1. Rumo ao OFICIALATO !!! (***)

    “Per Ardua Surgo.”


  2. Perder as vezes, lutar sempre é disistir jamais. !!!! Rumo ao CFO PMBA


  3. O verbo motivar pede um objeto direto e outro indireto: quem motiva, motiva alguém (OD) a algo (OI). O pronome “lhe” só pode ser usado para substituir o objeto indireto. Logo, há um erro de sintaxe no título do texto. O correto é: o que o motiva no CFO. O pronome “o” substitui o objeto direto, por isso, é ele que deve ser usado na oração.


  4. Tenho 14 anos e estou no 1° ano do colégio, penso em me preparar para esse concurso. Estudo em um CPM e gostaria de saber se realmente é necessário a posse de habilitação para realização do concurso e se devo começar a preparação. Além disso qual a probabilidade de acontecer o concurso em 2017 ou 2018?


  5. Parabéns pelo seu trabalho, tenente, o site do senhor me ajudou muito a estar onde estou hoje, e não só a mim, más à maioria dos meus colegas de curso. Continue assim, mudando vidas, minhas continência!


  6. Murilo, seja mais humilde, meu amigo, você vai precisar sim de muito conhecimento da norma dita culta da língua portuguesa, mas é na hora da prova!


  7. Bom dia Danillo!

    Gostaria de agradecer pelo compromisso que tem em nos ajudar nessa caminhada rumo ao CFO PMBA!

    Obrigado pelos textos, confesso que estou não tanto estimulado a estudar, mas toda vez que venho aqui reflito mais claramente sobre o quanto eu quero e preciso passar nesse concurso!

    Muito obrigado!


  8. o último concurso que abriu foi em 2014 certo?
    Tenho planos em fazer ano que vem.É certeza que ano que vem 2017 abra o concurso do CFO?Pq em 2016 ainda nao abriu?


  9. Olá, Tenente!
    Desde já gostaria de agradecer por sua contribuição em motivar praças e civis para o ingresso na carreira de Oficia da Polícia Militar do Estado da Bahia. Espero retornar aqui e poder dividir a minha futura conquista no tão sonhado CFO PMBA.
    Parabéns, pelo excelente trabalho!
    Que o senhor possa continuar ajudando, não só a mim, mas a outros estudantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *