Talvez você esteja vendo, mas não está enxergando

Ver o CFO PMBA

Por acaso, recentemente encontrei um amigo que não via faz muito tempo. Tínhamos estudado juntos no ensino médio, mas desde então cada um seguiu seu destino, e só agora nos reencontramos.

Ele se surpreendeu quando soube que eu estava na polícia. “De todos que estudaram conosco, você seria um dos que eu nunca diria que entraria na polícia. Sempre foi bastante calmo, quieto”. Sim, expliquei a ele que praticar a calma era muito importante na polícia, e que talvez ele estivesse enganado sobre a verdadeira natureza do trabalho policial.

Acontece que esse amigo está desempregado, e, coincidência das coincidências, pretende fazer o concurso para o Curso de Formação de Oficiais da PMBA. “Vi que já está autorizado, mas estou deixando para estudar quando o edital sair mesmo”.

Ele me pediu algumas dicas, perguntou como era a rotina da Academia, como era a carreira do oficial da PM e por aí vai. Nos cumprimentamos, eu desejei boa sorte e cada um tomou seu rumo.

Ao chegar em casa parei para pensar sobre como a vida é dinâmica, como cada pequeno movimento que realizamos possui consequências sérias no futuro, e como muitas vezes deixamos grandes oportunidades fugirem.

Cada pequeno movimento que realizamos possui consequências sérias no futuro

Meu amigo tinha razão (pelos motivos errados, mas tinha): no Ensino Médio eu não pensava em me tornar policial, mas desde antes tinha construído minha trajetória para ingressar na polícia. Cada fórmula matemática que aprendi, cada livro que li, cada aula que assisti. Todo o esforço, hoje, faz sentido, mesmo que estivesse oculto naquela época.

Mas, voltando ao meu amigo, quero que você preste atenção na frase dele: “Vi que já está autorizado, mas estou deixando para estudar quando o edital sair mesmo”. Tomara que ele não leia este texto, mas acredito que ele não terá sucesso nesse concurso.

Eu até gostaria de vê-lo vestindo a farda da PMBA. É um sujeito honesto, sempre foi dedicado, inteligente. Mas esse não é o problema. O problema é que ele está vendo, mas não está conseguindo enxergar.

Grupo de Estudo para o CFO PMBA

Insira o seu endereço de email abaixo e participe gratuitamente do Grupo de Estudo para o CFO PMBA!>

Ultrapassar um desafio tão grande como um concurso público exige comprometimento, esforço, disciplina e até um pouco de obsessão pelo objetivo maior: ser aprovado. Para um concurseiro, o detalhe importa, e muito!

Meu amigo está vendo que o concurso já foi autorizado, mas não está enxergando que todo o tempo disponível que ele tiver para se preparar é precioso. Quem vê tem apenas uma relação física, uma percepção de que algo está acontecendo. Quem enxerga sente, se empolga, e se movimenta.

Se meu amigo estiver lendo este texto, sugiro que tente sentir a oportunidade está diante de si. A hora é agora!

9 Comentários


  1. Obrigada pelo incentivo. Partindo de quem já ingressou, é muito motivador!


  2. Parabéns por esse texto e todos os outros . É bacana se espelhar em pessoas como você.


  3. Muito obrigado pelo incentivo!
    motivação é sempre bem vinda!


  4. Motivação é Tudo ! Enquanto ao amigo, precisa ter visão ampla das coisas 🙂 sucesso há todos


  5. Obrigado irmão, pelo incentivo.

    Quero muito mesmo passar nesse concurso.

    Abraço


  6. Parabéns pelo texto um belo incentivo


  7. Muito bom o incentivo mesmo!
    Porém, se a situação narrada de fato ocorreu, valia muito você ter aconselhado o seu amigo e incentivado a estudar LOGO!


  8. Danilo, tenho estudado para concursos municipais, quero participar do concurso para o CFO, mas tenho medo de ultrapassar a idade pois acabo de completar 29 e ser reprovada por altura pois eu perderia por 2cm, caso fosse aprovada e entrasse com recurso existe possibilidade de ingresso? Obrigada.

    Ah preciso muito do edital do CFO 2015 caso você o tenha, agradeço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *