5 atividades que você precisará encarar na Academia

Concurso CFO PMBA

Muitos candidatos ao Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar da Bahia se interessam pelo concurso considerando a remuneração, a estabilidade ou mesmo a possibilidade de aprender técnicas policiais.

Esses não são valores descartáveis, mas estão longe de representar todas as características do trabalho do Oficial de Polícia Militar.

Considerando apenas o período de formação na Academia de Polícia Militar já existem vários desafios que os candidatos precisarão enfrentar para chegar ao oficialato.

Alguns desses desafios acompanham o oficial durante toda a sua carreira. Por isso, desde já é bom ficar atento para essas práticas, das quais destaquei cinco a seguir:

#1. Acordar cedo

Enquanto estiver na Academia de Polícia Militar você acordará cedo todos os dias.

Após formado, a depender da sua escala de serviço (em cerca de 90% dos casos) acordar cedo continuará sendo uma grande necessidade.

Se você quer ingressar na Academia, aceite desde já a ideia de estar de pé até mesmo antes do sol nascer ( geralmente sob o som do toque de alvorada).

#2. Fazer (muita) atividade física

Se você está preocupado com o Teste de Aptidão Física (TAF) do Concurso, prepare-se para algo muito mais exigente durante o Curso de Formação.

Alguns índices das várias modalidades exigidas na APM (natação, corrida de curta e longa distância, barra e abdominal) são bem próximos ao que atletas profissionais estão acostumados.

Além disso, toda vez que você concorrer à promoção (a tenente, capitão, major, tenente coronel e coronel) deverá fazer um novo TAF.

Mas ainda mais importante que isso é o fato de que estar bem preparado fisicamente é questão de sobrevivência para qualquer policial.

Já que praticar exercício físico é um grande ganho para a saúde, comece já!

#3. Cumprir horários

Grupo de Estudo para os Concursos da PMBA

Insira o seu endereço de email abaixo e participe gratuitamente do Grupo de Estudo para os Concursos da PMBA!>

Na Academia de Polícia Militar um atraso de cinco minutos pode lhe render uma punição escolar.

Toda a rotina dos alunos da Academia é pautada em horários bem definidos, que para serem cumpridos dependerão de muita organização, antecipação e disciplina.

Após formado, cumprir horários também é fundamental, principalmente no serviço operacional, onde 5 minutos pode ser a diferença entre a vida e a morte de uma vítima que precisa ser socorrida.

#4. “Perder” noite

Essa é um pouco óbvia, mas desconsiderada por muitos candidatos. Quem nunca teve seu horário de sono desregulado dificilmente saberá o desgaste gerado no corpo.

Em um serviço policial o cansaço se multiplica, pelas exigências próprias da profissão (estresse, tensão etc). Às vezes, mesmo após uma noite completamente insone, será preciso estar de pé e pronto para as atividades ordinárias no dia seguinte.

#5. Cuidar de atividades domésticas

Na Academia de Polícia Militar você não terá empregada doméstica. Nenhum parente estará à sua disposição para lhe servir.

Por isso, em muitas ocasiões o aluno da Academia precisará lavar e passar seu fardamento, zelar pela limpeza dos lugares em que estiver acomodado (sala de aula e alojamentos, por exemplo) e até mesmo preparar alimentação complementar à que é servida no refeitório (que dispõe de café da manhã, almoço e janta).

Concluindo…

Como se vê, existe todo um plano de fundo na rotina do aluno da Academia da PM que você precisa considerar para não ter surpresas após a aprovação.

E aí, preparado para esse desafio?