6 erros cometidos por muitos candidatos ao CFO PMBA

Erros do candidato a Oficial da PMBAAntes de se tornar policial cada candidato possui inúmeras referências sobre o que caracteriza a profissão. Isso vai desde filmes de Hollywood até lendas urbanas não confirmadas contadas pelo “amigo do primo do vizinho que é policial”.

Também há aquele candidato que possui questões pessoais não resolvidas, e enxerga a atividade policial como uma forma de compensação para isso.

Considerando as várias possibilidades de entendimento sobre o “ser policial”, vou expor neste artigo 5 erros cometidos por candidatos ao CFO PMBA baseados em visões equivocadas sobre o que serão após a aprovação no Concurso.

Ao terminar a leitura você terá uma boa noção se está se enganando sobre su futuro ofício, e desde já pode evitar a frustração. Vamos aos erros:

#1. Achar que será um “rei” na hierarquia

Para quem não convive em um ambiente militar chama bastante atenção a ritualística, as saudações e deferências comuns à convivência no quartel.

Mas engana-se quem acha que, por estar ingressando na carreira de Oficial da Polícia Militar, terá subordinados lhe servindo, e que não precisará dar satisfações a ninguém.

Para trazer o candidato que pensa assim à realidade, basta entender que o Comandante Geral da Polícia Militar dá muitas satisfações profissionais ao Secretário de Segurança e ao Governador.

Isso significa que, independentemente do grau hierárquico em que esteja o militar, ele precisará obedecer e cumprir ordens.

Além disso, para garantir que suas missões ocorram da melhor forma possível, deverá se preocupar bastante com a condição de trabalho dos seus subordinados, tratando-os sempre com cordialidade e respeito.

#2. Desejar ser um “xerife” de bairro

Quer se tornar policial para se vingar do colega de condomínio que lhe desagradou por algum motivo? Desista.

Atitudes como essa são execráveis e puníveis, e se você já está pensando em coisas assim antes de ingressar está iniciando mal sua carreira.

Ser Oficial de Polícia Militar é ser um Agente Público, ou seja, é admitir abdicar de questões particulares mesquinhas em prol da sociedade. Em vez de usar a farda para resolver seus conflitos você terá como missão ajudar outras pessoas a resolverem os conflitos delas, sempre que for possível.

#3. Se considerar acima dos demais cidadãos

Autoridade é diferente de autoritarismo. Ao se tornar Oficial da Polícia Militar você deve zelar constantemente para preservar sua autoridade (que tem muito a ver com reputação), se afastando de atitudes que o torne autoritário.

Ao alcançar o status de Agente da Lei, você passa a ser exemplo e referência para os que lhe rodeiam e, sim, será julgado e criticado sempre que falhar no cumprimento da Lei.

Um cidadão “comum” que descumpre a Lei é apenas um erro. Um policial que descumpre a Lei é capa de jornal.

#4. Ignorar que vai correr riscos

O simples fato de ser policial já lhe garante um risco – independentemente de onde você atue.

Não é novidade para ninguém que muitos policiais morrem simplesmente por serem policiais (ao serem identificados em um assalto, por exemplo). Por isso você terá que se preservar em relação a muitos aspectos (como os lugares que frequenta), para poupar tanto sua integridade quanto a de quem convive com você.

#5. Pensar que atuará como um guerreiro

Embora enfrente situações de risco, enquanto Oficial da Polícia Militar você deve ter entendimento claro de que não se tornará um guerreiro – como um “Rambo”.

Mesmo o autor do mais tenebroso crime possui direitos, e desconsiderar isso pode custar, no mínimo, a integridade jurídica do policial.

Nas ruas você lidará com cidadãos, não com inimigos.

#6. Achar que trabalhará pouco

Como Oficial da Polícia Militar você atuará em unidades administrativas ou operacionais (às vezes em funções operacionais e administrativas simultaneamente).

Não subestime a carga de trabalho que você terá que enfrentar, e as responsabilidades que terá enquanto Oficial. Muitas vezes até mesmo fora de serviço você será requisitado para atuar.

Concluindo…

Se você leu até aqui já deve ter percebido que a carreira de Oficial da Polícia Militar pode ser bastante desafiadora para você.

Ignorar esses pontos pode ser trágico para você, para a sociedade e para a Instituição. Obviamente, há muitas vantagens em seguir a carreira, e trataremos delas em momento oportuno.

Por hora, é importante reprogramar seu modelo mental sobre a carreira de Oficial da Polícia Militar, caso você esteja cometendo um dos erros acima.