Folha Dirigida destaca concurso de Soldado PMBA

Folha Dirigida

Saudações, futuro policial militar baiano! Como vai a preparação?

Não sei se você esteve atento ao noticiário dos concursos nos últimos dias, mas chamou bastante atenção o destaque que o principal jornal Folha Dirigida, o mais tradicional veículo de comunicação sobre concursos no Brasil, deu ao Concurso de Soldado da PMBA 2016.

Ver o CFSd PMBA 2016 sendo comentado na Folha Dirigida é um alerta para quem está na expectativa do certame, tanto pela importância do concurso ter entrado no “radar” da Folha, quanto para a concorrência que tende a aumentar – já que o jornal tem grande alcance nacional.

Veja o conteúdo da matéria:

O Livro do Concurseiro Policial

O ano de 2016 promete ser de grandes novidades para os interessados em ingressar na Polícia Militar do Estado da Bahia (PM-BA). Terminado o carnaval, os concurseiros aguardam com expectativa a confirmação do concurso para soldado da PM. O governador Rui Costa declarou em ocasiões recentes, que pretende abrir nova seleção ainda este ano. Por enquanto, nem a corporação nem a Secretaria de Administração (Saeb) divulgaram detalhes, como previsão de anúncio da empresa organizadora ou quantidade de vagas, mas a tendência é que haja um grande número de oportunidades, como no concurso anterior.
Para concorrer ao cargo, o candidato deverá ter nível médio completo, idade de 18 a 30 anos (até a data da matrícula no curso de formação), carteira de habilitação categoria “B” e altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres. Após a conclusão do concurso, a remuneração é de R$ 2.197,78.
O último concurso foi realizado em 2012, em conjunto com os Bombeiros, ambos da estrutura da Secretaria de Segurança Pública. Organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), a seleção ofereceu 1.865 para a PM. Os candidatos foram testados em prova objetiva, com 80 questões que versavam sobre Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Quantitativo, História do Brasil, Geografia do Brasil e Atualidades, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direitos Humanos, Noções de Direito Administrativo e Noções de Direito Penal, Noções de Igualdade Racial e de Gênero. Também houve avaliação discursiva, que consistia numa redação. Os aprovados ainda passaram por fases de teste de aptidão física, exames odontológicos e psicológicos e investigação social até chegarem no curso de formação.
Material para os Concursos PMBA
Como sempre afirmo aqui, o momento para focar na preparação é agora, quando boa parte dos concorrentes está dormindo. “Deus ajuda quem cedo madruga”.
😉