Como superei obstáculos para passar no CFO PMBA

Superação CFO PMBA

Algumas frases que mais tenho ouvido ultimamente de candidatos ao Concurso CFO PMBA:

Com essa crise econômica no país, não está valendo a pena estudar. Vou procurar algo que me dê retorno financeiro imediato.

O edital do concurso demora de sair. Preciso ter uma definição certa sobre a realização do concurso ou não. Estudar sem ter algo definido é perda de tempo.

Outra bastante comum:

Esse concurso é muito concorrido. Não venho estudando, não frequentei boas escolas, por isso não vale a pena perder tempo estudando, pois sei que não vou passar.

Depois de ouvir todos os dias, em vários emails e comentários, e também pessoalmente, essas afirmações, resolvi escrever aqui no blog sobre a minha história. Talvez o que eu mostre não faça sentido para você, mas pode ser que alguém que está na frente da tela agora leia este texto e se identifique. Só essa possibilidade já faz valer a pena o que vou dizer aqui.

De onde vim

Sou de uma cidade chamada Feira de Santana, no interior da Bahia. Desde minha infância, meus pais passaram por momentos onde nossa situação financeira mudava do razoável para o péssimo. Chegamos a precisar da ajuda de familiares para coisas básicas.

Passei alguns anos em escolas particulares, no início dos meus estudos, mas a maioria da minha escolaridade é no ensino público, com muitos problemas, faltas e distorções.

No Ensino Médio, a parte dos estudos onde a preparação é voltada para o vestibular, não tive professores de física e química no segundo e terceiro ano. E no primeiro ano não tive professor de matemática.

Como assim? Como conseguiram formar alunos sem professor?

Geralmente colocavam um professor no final do ano que (não) ensinava um assunto em dois meses, fazia uma prova e a nota dessa prova era considerada a nota de todas as unidades. Não lembro exatamente como era esse improviso, mas o fato é que não tínhamos professores dessas disciplinas, pelo menos não integralmente.

Como enfrentar uma concorrência?

Antes de fazer o Concurso CFO PMBA, buscava estudar Direito em uma universidade pública. Como você deve saber, o curso de Direito é um dos mais concorridos entre os vestibulares, e eu sempre ouvia das pessoas o seguinte: “por que você não tenta um concurso menos concorrido?”. Ou então: “sair de uma escola pública e estudar Direito é complicado”.

Ou seja, a maioria das pessoas entendia que eu devia me limitar. A sugestão era que eu procurasse o menos concorrido, o que estava ao meu alcance naquele momento. Pense bem: quantas vezes somos aconselhados a não realizar o que queremos e podemos? Por que não é natural encorajar e incentivar aquilo que sonhamos, dando elementos para a mudança?

Conheci muitas pessoas que deixaram-se levar por essas crenças limitantes, sem perceber o potencial que elas sempre tiveram. Eu resolvi enfrentar o desafio. E não foi fácil!

Precisava aprender tudo que não tinha aprendido na escola. Isso me tomaria tempo e trabalho principalmente nas disciplinas de Física, Química e Matemática. Então resolvi ler e responder todos os exercícios de livros do ensino médio dessas disciplinas. Dois deles você vê abaixo:

Livros que estudei e respondi

Estudava o dia todo, muitas vezes varando a madrugada. Só não estava lendo quando tinha alguns bicos para ganhar algum dinheiro (depois detalho mais como era meu malabarismo financeiro).

O resultado é que tenho todos os exercícios respondidos desses livros (e um de física), centenas de páginas que até hoje guardo como fruto do meu esforço e prova de que é possível conquistar coisas positivas com dedicação.

Como cheguei ao CFO PMBA?

A dica de fazer a prova do concurso para o Curso de Formação de Oficiais da Polícia Militar da Bahia, o CFO PMBA, veio de um amigo que à época estava na Academia, e hoje é capitão da PMBA. Eu estava estudando para vestibular, e me aproximando bastante da aprovação, quando fiquei sabendo da existência da Academia da PM.

Quando fiz a prova do CFO fui aprovado de primeira. Até hoje lembro do momento em que, de madrugada, acordei meus pais para dizer: “passei no concurso de oficiais da PM!”

O Livro do Concurseiro Policial

Concluindo…

Infelizmente, desde quando nascemos, somos submetidos a entendimentos e crenças que fazem com que recuemos em momentos desafiadores da nossa vida. Sempre somos orientados a não correr riscos, a buscar o caminho mais simples, a seguir a trajetória predestinada.

Não, não é fácil mudar, superar, ser inovador e desafiar os obstáculos. Mas você só terá resultados surpreendentes se agir surpreendentemente. É seu sonho ser Oficial da PMBA? Você quer realmente todos os benefícios e responsabilidades dessa carreira? Então acredite, e siga o que seu espírito está determinando. A hora é agora!

Grupo de Estudo para o CFO PMBA

Insira o seu endereço de email abaixo e participe gratuitamente do Grupo de Estudo para o CFO PMBA!>